Ofensiva contra o abigeato: Operação Avante Rural é lançada em Livramento

Aconteceu na tarde de ontem no centro de eventos da Associação Rural de Santana do Livramento o lançamento da Operação Avante Rural que a partir de agora estará realizando diversas atividades nas cidades da região. O evento contou com a participação de policias que trabalhando exclusivamente nas patrulhas rurais e diversas autoridades que compõem as forças de segurança, inspetoria veterinária, diretoria da associação rural e produtores da região. Os principais objetivos da operação são coibir os crimes rurais e transfronteiriços nas cidades abrangentes pelo Comando Regional de Policiamento Oeste da Fronteira Oeste.

Aos poucos, uma das grandes dores de cabeça dos produtores rurais do Rio Grande do Sul começa a ser aliviada. O furto de gado das propriedades segue caindo. Dados da Secretaria de Segurança do Estado do primeiro semestre de 2019 mostram que as ocorrências de abigeato caíram quase 20% em comparação com o mesmo período do ano passado. E tem sido assim desde 2016, quando foi formada a força-tarefa para investigação de crimes rurais.

Comandante do CRPO-FronteiraOeste, Coronel Pedro Maron Burgel

Para o comandante do CRPO-FronteiraOeste, Coronel Pedro Maron Burgel, esta será mais uma oportunidade da Brigada Militar de se aproximar ainda mais da comunidade, principalmente para os moradores do meio rural que são mais suscetíveis a sofrerem com a ação da criminalidade. Comprovadamente por meio de dados adquiridos por registros de ocorrência, de operações e apreensões, o maior problema dos moradores da região da Campanha e Fronteira Oeste é o abigeato, com quadrilhas cada vez mais especializadas na prática deste tipo de delito.

“Segundo o mapa de calor que nós temos, por meio da ferramenta Avante, a região que compreende os municípios do 2º RPmon, incluindo Livramento, Alegrete, Manoel Viana, Rosário do Sul, São Gabriel, Santa Margarida e Caçapava do Sul, nós vemos que os seis pontos críticos do abigeato no Estado estão dentro dessa área. E este é um esforço não somente da Brigada Militar, mas de todas as forças policiais contando com o apoio da Polícia Civil, Policia de Rivera, Exército, PF, PRF para a diminuição desses índices em nossa região. Até pela questão da fronteira seca onde ora estamos no Brasil, ora no Uruguai.

E nós temos vilas, também, que fazem parte dos dois países. Então, essa cooperação é muito importante. Outra questão é que nós temos os dois maiores município em extensão do estado, Livramento e Alegrete, e também temos a maior área de pecuária do Rio Grande do Sul. Então, nós temos uma área potencializada para este tipo de prática. E, se nós formos olhar na área do 2º regimento, no primeiro semestre, nós temos cerca de 300 registros de ocorrência, não levando em conta a cifra do não registro que é bastante expressiva também” disse.

O comandante destaca que dentro das ações programadas no período da operação Avante estão o reforço no patrulhamento de estradas, abordagens, barreiras e operações pontuais conforme a demanda for surgindo.

Fotos e texto : Matias Moura – contatomatiasmoura@hotmail.com

Grupo Aplateia