Brasil precisa só de empate com a Itália para ir às oitavas do Mundial feminino

As goleadas da Suécia sobre a Tailândia (5 a 1) e dos EUA sobre o Chile (3 a 0), neste domingo (16), encerraram a terceira rodada da fase de grupos da Copa do Mundo da França e ampliaram as chances da seleção brasileira se classificar para a próxima fase da competição.

Pelo regulamento do torneio, se classificam para as oitavas de final as duas melhores equipes de cada grupo e as quatro melhores terceiras colocadas entre os seis grupos. Pelos resultados até o momento, as terceiras colocadas dos grupos E e F podem ficar no máximo com três pontos. Com isso, o Brasil, que já tem três pontos, precisa apenas de um empate contra a Itália na próxima terça (18), pela última rodada da fase de grupos, para garantir sua vaga nas oitavas de final.

Uma vitória sobre as italianas, porém, seria importante para que a seleção brasileira se classificasse na segunda posição do grupo e fugisse de adversárias mais difíceis na próxima etapa.

A terceira colocada do grupo do Brasil pegará a líder do Grupo A (no momento a França) ou B (atualmente a Alemanha) -dependendo da classificação dos outros grupos. Se for segunda do Grupo C, a seleção brasileira enfrenta a segunda colocada do Grupo A (agora a Noruega). Para garantir a segunda colocação sem depender de outros resultados, o Brasil teria de vencer a Itália por dois gols de diferença.

Para chegar à liderança, além de vencer a Itália por dois gols, a equipe teria de torcer para que a Austrália não goleie a Jamaica, lanterna do grupo, e tire a diferença para o Brasil no saldo de gols.

A seleção brasileira pode se classificar mesmo com derrota, mas dependeria de outros resultados.

Fonte GauchaZH

Grupo Aplateia