Vacinas estão disponíveis para todos os públicos a partir desta segunda nos postos de saúde

A partir desta segunda-feira (3/6) a vacinação contra a gripe passou a ser oferecida para a população em geral. A orientação é da Secretaria da Saúde (SES) e do Ministério da Saúde aos municípios.

No entanto, a recomendação no RS é que as secretarias municipais de Saúde reservem doses suficientes para que os grupos das crianças, gestantes e pessoas com comorbidades atinjam 90% de cobertura.

Durante a campanha, iniciada em abril, o Rio Grande do Sul teve mais de 3 milhões de pessoas vacinadas, o que representa 80% de cobertura dos grupos prioritários. Entre os públicos-alvo, idosos, professores e puérperas foram os únicos a superaram a meta de 90%.

Para no percentual almejado para a campanha em seus grupos, ainda restam cerca de 360 mil crianças, gestantes e doentes crônicos a serem vacinados. Além desse quantitativo, que a SES recomenda que se mantenha reservado a esses públicos, ainda teriam cerca de 390 mil doses que estavam destinadas aos grupos prioritários e que agora podem ser distribuídas a outras pessoas.

Número de municípios do RS de acordo com a cobertura dos grupos prioritários:

Proporção  Municípios
Acima de 90% 23
Entre 80% e 89% 160
Entre 70%  e 79% 82
Entre 60%  e 69% 19
Entre 50%  e 59% 5
Abaixo de 50% 1

População, doses aplicadas e cobertura dos grupos prioritários no RS:

Público Quantidade Doses aplicadas Percentual
Crianças 734 mil 532 mil 72,4%
Gestantes 106 mil 76,5 mil 72,1%
Trabalhadores da saúde 315 mil 257 mil 81,5%
Puérperas 17,4 mil 15,9 mil 91,1%
Indígenas 25,4 mil 22,2 mil 87,4%
Idosos 1,47 milhão 1,349 milhão 91,9%
Professores 110 mil 114 mil 103,5%
Doentes crônicos 969 mil 657 mil 67,8%
Total 3.829.699 3.079.316  80,4%*

*Inclui grupos da população privada de liberdade, de funcionários do sistema prisional e de policiais e militares

Fonte: Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI/MS) acesso em 3/6/2019, às 10h

Grupo Aplateia