Redescobrindo a fronteira: belas paisagens, sabores e histórias

Roteiros e passeios turísticos são uma grande atração para os visitantes e também para os moradores de Livramento e Rivera. Nesta semana, a organização do festival Fronteira de Enograstronomina realizou um tour pelas belezas de Livramento

A organização do Fronteira-Festival Binacional de Enogastronomia que ocorre de 21 a 24 de agosto, no Parque Internacional, inovou neste ano e, para preparar os fronteiriços para mais uma edição, resolveu realizar algumas atividades preparatórias, uma delas aconteceu nesta semana com um passeio por alguns pontos turísticos de Sant’Ana do Livramento. O passeio que geralmente é realizado por turistas, desta vez foi dedicado, exclusivamente, para pessoas das duas cidades, justamente para ambientar e mostrar aos santanenses e riverenses as belezas e potencialidades de nossa região.
O grupo formado por, aproximadamente, 40 pessoas entre empresários, imprensa, operadores de turismo e profissionais de diversas áreas foi guiado no passeio que contemplou a visitação de parte dos atrativos da “Rota Ferradura dos Vinhedos”. Saindo do Centro de Atenção ao Turista localizado no Parque Internacional, o passeio contou com um tour pela linha divisória onde a guia Vera Reis, da agência Corticeiras, falou sobre a história e características da fronteira mais irmã do mundo, em seguida o grupo se deslocou pela BR 158 até à Casa Albornoz.

Com os pés no passado e os olhos no futuro

Aos pés do Cerro de Palomas, a Casa Albornoz. O empreendimento tem como principal objetivo tornar-se mais um atrativo turístico de nossa região, além de colocar no mercado novos produtos, entre eles o azeite Casa Albornoz, que é a nova marca da olivicultura brasileira. O projeto iniciou no ano de 2013 quando a família resolveu mudar de negócio que até então era pecuária, arroz e soja, buscando assim não só a realização pessoal, mas, também um bom retorno financeiro assim surgiu a ideia e opção pelas oliveiras para produção de azeite de oliva extravirgem, e as nogueiras de noz pecã. Além é claro da produção de mel.
A propriedade iniciou o plantio das nogueiras em 2013, totalizando uma área de 100 hectares e, em 2014, as oliveiras que totalizam hoje 120 hectares onde são produzidas as variedades arbequina, koroneiki, coratina e arbosana.
A Casa Albornoz possui uma loja que fica a aberta ao público de segunda a sábado, das 9h às 17 horas, sem a necessidade de agendamento prévio. No local, o grupo de visitantes pode apreciar a vista maravilhosa do Cerro de Palomas e registrar várias fotos.

Requinte e belas paisagens

A próxima parada da Fantur foi a Vinícola Cordilheira de Santana, que fica localizada na Vila de Palomas e pode ser acessada facilmente porque é vizinha da Casa Albornoz, aproximando os dois empreendimentos. A vinícola, estilo boutique, produz exclusivamente vinhos finos. A grande atração do local é, sem dúvida, a vista da sacada da vinícola que mostra uma visão panorâmica do Cerro de Palomas e os parreirais ao fundo. Um cenário de tirar o folego, um verdadeiro postal do pampa.
No local também é possível adquirir os produtos como vinhos entre outros itens. Durante o passeio foi possível também conhecer a cave e a adega da Vinícola Cordilheira de Sant’Ana e seus barris onde parte de sua produção é armazenada.

Maior vinhedo do Brasil

Localizada bem próxima à Vinícola Cordilheira de Santana está o maior vinhedo do Brasil, a Vinícola Almadén, que desde o início dos anos 70 está atuando em Sant’Ana do Livramento. É a mais antiga vinícola da Campanha Gaúcha. Tem a maior área plantada de uvas da América Latina (em torno de 585 hectares de viníferas). Proporciona um tour (mediante agendamento antecipado) de uma hora e trinta minutos com curso de degustação, visita à fábrica e ao varejo. Desde 2009, o Grupo Miolo é a maior acionista da Almadén, tornando-se, então, a maior produtora nacional de vinhos finos. No tour, acompanhado pelo engenheiro agrônomo e gerente industrial, Fabrício Domingues, o visitante conhece as vinhas e o processo produtivo, seguido de degustação. A área tem vistas lindas, incluindo o Cerro Palomas. O horário de atendimento é de segundas a sextas, das 8h30 às 12h e das 13h às 16h. Sábados, domingos e feriados: apenas para grupos acima de 15 pessoas, com agendamento prévio. Tel.: (55) 3241-8226 3241-820.

Sabores do Pampa

Após conhecer, degustar o azeite santanense e os vinhos, a última parada do grupo foi região do Passo do Guedes, na Casa da Família Perez, onde foi servido um delicioso café campeiro com bolos, doces caseiros e a hospitalidade que só o gaúcho possui.
Para Jussara Dutra, coordenadora executiva do Fronteira-Festival Binacional de Enogastronomia, esta atividade foi uma oportunidade de mostrar a fronteira para os próprios moradores que muitas vezes desconhecem a sua própria terra. “A ideia, este ano, é fazer uma jornada preparatória para o evento com essa atividade. Vamos realizar outras, a próxima será em Rivera. O nosso objetivo é fazer com que a comunidade valorize, conheça e divulgue aquilo que a região oferece em termos turísticos”, encerrou.

Iniciam-se os preparativos para o 6º Fronteira

Neste final de semana ocorre o evento de lançamento da programação de mais uma edição do Fronteira-Festival Binacional de Enogastronomia. As cidades de Sant’Ana do Livramento (Brasil) e Rivera (Uruguai) já estão se preparando para receber este grande evento que tem movimentado a fronteira nos últimos anos. Sempre buscando se reinventar para compartilhar conhecimentos sobre a culinária, a cultura e os produtos típicos da região, o evento ocorrerá em um novo formato: um multipalco será montado no Parque Internacional onde irão ocorrer todas as atividades entre os dias 21 e 24 de agosto.
Outra novidade é o modo como o 6º Fronteira passa a ser gerido, agora com conselhos que abrangem diversos empresários e instituições das duas cidades. “O objetivo desse novo modelo de gestão é envolver, cada vez mais, toda a comunidade local neste que é um evento de integração e que movimenta a economia de diversos setores”, explica Jussara Dutra, curadora e coordenadora executiva do evento. Aliado com esse objetivo de engajar pessoas, empresas e entidades, desde o dia 20 de maio estão sendo realizados Eventos Preparatórios voltados para a celebração da culinária e de capacitação que estão ligados ao Festival. Esta programação se estende até o dia 18 de agosto, às vésperas do início oficial do Fronteira.
A partir de 21 de agosto, as atividades iniciam no Parque Internacional e contarão com diversas palestras, degustações orientadas, espetáculos de dança, almoços e jantas, shows musicais e a realização do Fórum da Cozinha Fronteiriça, com aulas de culinária. A programação deste ano também inclui evidenciar outros produtos típicos da região como o azeite de oliva e a erva-mate, além de tratar de temas como ‘Alimentação e Sustentabilidade no Bioma Pampa’.
Para o último dia (24), está reservada a grande atração deste ano: o projeto gastronômico ‘A Ferro e Fogo’. Um almoço que une técnica, fogo, diversos tipos de carnes e, claro, muito sabor e aroma sob o comando do renomado chef Marcos Livi, juntamente com outros chefs convidados. Serão diversas estações com diferentes pratos sendo preparados e o público poderá degustar todos eles e votar pelo seu favorito. Os ingressos para este almoço já estão à venda na ACIL e no Solar Dom Pedro (centro). Neste 1º lote, que está à venda até o dia 15 de junho, o valor do ingresso é de R$ 65,00 ou $ 650 (pesos).

Grupo Aplateia