Santa Casa: procurador da República recomenda suspensão do contrato com o Instituto Salva Saúde

O procurador da República Rodrigo Graeff recomendou ao prefeito Ico Charopen (PDT) que se abstivesse de firmar o contrato com o Instituto Salva Saúde para gerir a Santa Casa de Misericórdia de Sant’Ana do Livramento ou, em caso de já ter assinado o contrato, que o mandatário suspenda o documento.

A recomendação chegou momentos antes de ser assinado o contrato na Capela da Santa Casa no início da tarde desta quinta-feira (23). No argumento, o procurador lembrou que a empresa foi constituída há apenas quatro meses e que o contrato “prevê repasse de valores à conta a ser criada pela empresa contratada, em claro desvirtuamento da natureza do contrato, qual seja a de prestador de serviço”.

No documento, o Rodrigo Graeff ressaltou ainda que o Município de Sant’Ana do Livramento manteve-se inerte quanto às requisições de informações do Ministério Público Federal sobre a empresa a ser contratada.

Ainda durante a cerimônia no Hospital, o prefeito chegou a citar o documento redigido pelo procurador da República, mas disse que se tratava apenas de uma recomendação e por isso assinaria o documento.

Confira as fotos da cerimônia de assinatura do contrato:

Grupo Aplateia