Enxurrada causa transtornos e provoca estragos em Santana do Livramento

Enxurrada causa transtornos e provoca estragos em Santana do Livramento

A forte instabilidade que atingiu a fronteira no final da tarde desta segunda-feira (20) causou vários transtornos depois que as ruas se tornaram verdadeiros rios. Em poucos minutos a chuva que começou por volta 18 horas inundou ruas, casas e comércios. Em vários locais o transito precisou ser interrompido como é o caso da João Goulart e Dom Pedro II. Segundo dados dos principais sites de meteorologia o acumulado de chuva foi de 90 milímetros, o que é considerado um volume bastante expressivo para um único dia.

As Ruas Valdomiro Bassedas e Presidente Vargas no Bairro São Paulo foram uma das mais atingidas e ficaram completamente tomadas pelas águas depois que um córrego que corta a região transbordou e invadiu as casas. Os moradores cobram do poder público uma solução já que há mais de um ano as duas ruas estão interditadas e sem ponte depois que episódios semelhantes ao que aconteceu na noite de ontem, acabaram levando os bueiros embora.

Além disso o transito ficou lento na manhã de hoje que foi de limpeza e reconstrução. Depois da enxurrada um rastro de galhos, paus pedras e muita lama ficou para trás. Como é o caso da Avenida Dom Pedro II que precisou ser lavada para tirar o excesso de barro. Apesar do temporal causar muitos transtornos, apenas danos matérias foram registrados e nenhuma família precisou ser removida de casa.

Previsão do tempo no RS: Estado tem alerta para tempestade e risco de alagamentos

A terça-feira (21) é de tempo instável em grande parte do Rio Grande do Sul. De acordo com a Somar Meteorologia, apenas na faixa norte do Estado a chuva acontece em forma de pancadas pontuais e intercaladas com períodos de melhorias. Nas demais áreas, o dia tem predomínio de nebulosidade e precipitação a qualquer momento, variando entre pancadas mais volumosas e chuva mais fraca.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de tempestade, que pode vir acompanhada por  queda de granizo e risco de alagamentos.  A temperatura deve cair significativamente com o passar das horas. Na quarta-feira (22), a chuva não da trégua no Estado. Os maiores volumes são esperados na faixa norte. O tempo segue fechado e com chance de chuva fraca a moderada a qualquer momento do dia, com o predomínio de muitas nuvens. No sul do RS o tempo já melhora um pouco e a precipitação acontece na forma de pancadas intercaladas com períodos de melhorias. A temperatura segue despencando e a sensação de frio é grande em todo o Estado.

Fotos : Fabian Ribeiro

Texto: Matias Moura

Grupo Aplateia