Grêmio tem sua pior arrancada em Brasileirão de pontos corridos

A derrota para o Ceará, na noite do último domingo, deixou o Grêmio com sua pior arrancada de Brasileirão na Era dos pontos corridos. Desde 2003, quando a CBF modificou o formato do principal campeonato nacional, o Tricolor nunca havia chegado à quinta rodada sem obter sequer uma vitória.

A situação só havia sido vivida pelo Grêmio em 1998, quando não havia o critério de pontos corridos. Naquela temporada, o Tricolor chegou à quinta rodada na mesma situação: com apenas dois pontos conquistados. Nos dois primeiros jogos, quando perdeu para Inter e Atlético-MG, o ex-zagueiro Edinho (hoje comentarista) era o treinador. Tonho Gil comandou como interino na derrota para o Corinthians, em São Paulo. A partir daí, Celso Roth assumiu a equipe, que empataria com Atlético-PR e Juventude, somando seus primeiros pontos. Naquela época, o campeonato tinha outro formato, sendo disputado por 24 clubes que se enfrentavam em turno único, com os oito melhores classificando-se à uma fase de mata-mata. E foi exatamente onde o time gremista chegou ao final da 23ª rodada: em oitavo lugar. Nos cruzamentos, acabou sendo eliminado pelo líder Corinthians, que viria a se sagrar campeão.

2004

Como estava na quinta rodada: 12º lugar com 6 pontos
Como acabou No campeonato: 24º (último) com 39 pontos

Nem mesmo no ano em que foi rebaixado, o Grêmio deixou de vencer. Naquela temporada, o time treinado por Adílson Batista havia empatado com Flamengo e Juventude nas primeiras rodadas. Depois, golearia o Corinthians por 4 a 0 para, já na rodada seguinte, sofrer o mesmo placar diante do Goiás. Por fim, empatou com o Vasco, chegando aos seis pontos e ocupando o 12º lugar. Assim como agora, era o mês de maio. Porém, o Gauchão só terminaria em junho e, ao ser eliminado pela Ulbra na semifinal, o clube resolveu demitir seu treinador. José Luiz Plein seria o primeiro de mais três treinadores (Cuca e Cláudio Duarte) que passariam pelo Estádio Olímpico, sem conseguir salvar o time do descenso — acabou em último entre os 24 clubes participantes.

2006

Como estava na quinta rodada: 18º lugar com 4 pontos
Como acabou o campeonato: terceiro lugar com 67 pontos

Em seu retorno à Série A, o Grêmio comandado por Mano Menezes também não teve vida fácil. Ainda assim, conquistou quatro pontos (dois a mais do que a pontuação atual). Até venceu o Corinthians na estreia, mas perdeu para Cruzeiro, Paraná e Vasco nos jogos seguintes. Na quinta rodada, porém, empatou com o Botafogo fora de casa, encerrando a quinta rodada em 18º lugar. Sem trocar o treinador, reagiria em meio ao campeonato, encerrando em 3º lugar na tabela de classificação.

2010

Como estava na quinta rodada: 14º lugar com 5 pontos
Como acabou o campeonato: quarto lugar com 63 pontos

O Grêmio entrou no campeonato embalado pelo título gaúcho sobre o rival Inter. Contudo, nas rodadas iniciais, somou apenas cinco pontos. Na estreia, empatou com o Atlético-GO. Logo em seguida, perdeu para Corinthians e Palmeiras. A única vitória veio contra o Avaí, em casa. E, diante do Flamengo, no Rio de Janeiro, conquistou mais um empate. Aos poucos, a situação degringolou de vez, causando a demissão do técnico Silas na 13ª rodada. A troca no comando técnico ocasionou a primeira passagem de Renato Portaluppi como treinador, que faria o time reagir de maneira espetacular na competição, deixando a zona de rebaixamento rumo à classificação para a Libertadores de 2011.

Grupo Aplateia