Santa Casa paga parte dos salários e trabalhadores diminuem tempo de paralisação

Pelo menos 4 horas por dia, os técnicos do Hospital devem fazer uma vigília em frente à instituição

Com mais de 800 mil reais da União, o Governo Municipal repassou nesta sexta-feira (10) alguns dos valores em atraso à Santa Casa de Misericórdia. Os valores foram utilizados para o pagamento de funcionários da instituição. Em negociação direta com o Sindicato dos Servidores (Sindisaúde) e com os próprios funcionários, o prefeito Ico Charopen (PDT) questionou sobre a pronta retomada dos serviços.
A proposta encaminhada aos trabalhadores contempla o pagamento da folha salarial referente ao mês de março, 1 mês de vales-transportes, além de parcelas para os médicos e para a obstetrícia.
Segundo a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, entre os valores repassados, está um recurso de R$ 893 mil – referente à ação judicial contra a União e R$ 200 mil referentes à Lei Municipal nº 7468. De acordo com o Prefeito, em um prazo de 10 a 15 dias o Hospital deverá receber R$ 175 mil, referentes ao valor repassado pela Câmara de Vereadores, que também deverá ser encaminhado para o pagamento dos servidores.
De acordo com o SindiSaúde, a partir de segunda-feira (13), os trabalhadores continuarão em Estado de Greve e haver vigílias com paralisações: 2 horas no turno da manhã e 2 horas no turno da tarde. Ainda segundo o Sindicato, caso a previsão de mais repasses não se concretize até o dia 30 de maio, a greve deve retornar.

Grupo Aplateia

Adicionar Comentário

Anúncios