Sem inspiração, Inter perde para o Palmeiras no Allianz Parque

Deyverson marcou o único gol da partida aos 13 minutos do primeiro tempo

O Inter abriu mal a série de jogos contra os campeões. Em São Paulo, perdeu para o atual campeão brasileiro, Palmeiras, por 1 a 0, em sua arrancada aos tropeços no Brasileirão. Durante os 90 minutos, apenas um chute foi dado na direção do gol de Weverton. Nesta terça-feira (7), será a vez de o time de Odair Hellmann enfrentar o campeão da Copa Libertadores, o River Plate, no Monumental de Núñez, pela última rodada da fase de grupos do torneio. Por fim, no domingo, o Inter terá pela frente o campeão da Copa do Brasil, o Cruzeiro, no Beira-Rio. O Inter jogou com o seu novo uniforme número 2. E, assim como a primeira vez da nova camisa número 1, a estreia foi com derrota.

Odair evita polêmica com arbitragem, mas dá razão para Guerrero: “Ele sofreu muitas faltas e não jogou”Odair evita polêmica com arbitragem, mas dá razão para Guerrero: “Ele sofreu muitas faltas e não jogou”

Logo aos quatro minutos, Iago salvou o Inter. Após cobrança de escanteio, Deyverson desviou de cabeça, Lomba já estava vencido e o lateral surgiu sobre a linha do gol para tirar de cabeça. A pressão do Palmeiras seguiu. Novo escanteio, bobeira geral da defesa, e o baixinho Dudu cabeceou sozinho, na pequena área, para fora. No terceiro escanteio, gol do Palmeiras. Dudu cobrou e Deyverson subiu às costas de Guerrero e à frente de Moledo para desviar e fazer o 1 a 0 para os paulistas. Em apenas 13 minutos, o Inter já perdia e não parecia encontrar soluções para buscar o empate tão cedo.

Aos 17 minutos, Guerrero se lembrou de seus tempos de Corinthians e caiu na provocação de Felipe Melo e Dudu. Após uma falta por trás de Dudu, que também desferiu um soco no peito do peruano, o camisa 9 reagiu com empurrão. Treta formada, ele e Melo receberam cartões amarelos, enquanto o árbitro tentava terminar com o bolinho formado pelos jogadores.

Nervoso em campo, e mais preocupado em destruir do que em construir, o Inter teve enormes dificuldades no meio-campo. Com criação perto de zero, a equipe mal conseguia se aproximar da área adversária, enquanto que a solução encontrada foram chutes de muito longe – e que levaram a nada.

Foram necessários 30 minutos para que, enfim, Weverton fizesse uma defesa, Após boa troca de passes do ataque, Nico bateu cruzado e o goleiro palmeirense pegou. O primeiro tempo chegou ao fim com o Palmeiras controlando o jogo, e com o Inter sem conseguir mostrar força ofensiva para ameaçar a vitória dos donos da casa.

 

No segundo tempo, com Parede no lugar de Nico, o Inter tentou reagir. Nos primeiro minutos, até conseguiu se manter no ataque e cavar alguns escanteios. Mas sem maiores consequências. Aos 13 minutos, a troca que já vem se tornando uma norma ano Inter: sai Sarrafiore, entra D’Alessandro – ou vice-versa.

 

LEIA MAIS

Diogo Olivier: o pecado do Inter contra o PalmeirasDiogo Olivier: o pecado do Inter contra o Palmeiras

Zé Alberto: mesmo com bravura, Inter pagou o preço da falta de conclusões contra o PalmeirasZé Alberto: mesmo com bravura, Inter pagou o preço da falta de conclusões contra o Palmeiras

Marcos Bertoncello: Inter de 2019 não consegue vitórias de viradaMarcos Bertoncello: Inter de 2019 não consegue vitórias de virada

O Inter até conseguiu tomar as ações ofensivas, viu o Palmeiras com todos os seus jogadores em frente à área, mas, mesmo com mais de 65% de posse de bola em determinado momento, tinha o total de um chute a gol – e ainda no primeiro tempo. restando 10 minutos para o final, Odair Hellmann mandou Sobis a campo, numa última e desesperada tentativa de empatar o jogo. O plano não deu certo. O ataque colorado seguiu inoperante, e o Palmeiras assegurou o placar construído aos 13 minutos do primeiro tempo.

 

A semana colorada pode até vir a ser promissora, mas a arrancada foi ruim.

 

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1

Weverton; Marcos Rocha (A), Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo (A), Bruno Henrique, Zé Rafael (Hyoran, 15’/2°); Gustavo Scarpa (Moisés, 22’/2°), Dudu (Raphael Veiga, 35’/2°) e Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari

 

INTER 0

Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta (A) e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenilson (A)(Sobis, 35’/2°), Patrick; Martín Sarrafiore (A)(D’Alessandro, 13’/2°) e Nico López (Guilherme Parede, int.); Paolo Guerrero (A). Técnico: Odair Hellmann

 

Gols: Deyverson (P), aso 13min do primeiro tempo

Renda: R$ 1.952.668

Público: 31.549 torcedores

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP).

Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ), auxiliado por Fábio Pereira (TO) e Thiago Henrique Neto Farinha (RJ).

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ).

 

PRÓXIMO JOGO – LIBERTADORES

Terça-feira – 7/5/2019

River Plate x Inter

Monumental de Núñez

21h30min

Fonte > GauchaZH

https://gauchazh.clicrbs.com.br/esportes/inter/noticia/2019/05/sem-inspiracao-inter-perde-para-o-palmeiras-no-allianz-parque-cjva5oqmx00yg01maf9coe908.html

Grupo Aplateia