MESMO COM PERCALÇOS, REFORMAS SEGUEM NA PONTE DO POVINHO

Apesar dos problemas com relação a canos de água e cabos de fibra óptica, reformas que iniciaram na última Sexta Feira, transcorrem normalmente na Ponte do Povinho

A Prefeitura de Sant’Ana do Livramento deu início no último dia 08(Sexta-feira), a reforma na Ponte do Povinho, localizada na Avenida José Ferrão, no bairro Jardins. A reforma que está sendo feita por uma empresa terceirizada, que venceu uma licitação, vem transcorrendo com alguns percalços, principalmente com relação aos cabos de Internet de Fibra Óptica e também com relação aos canos de água dos moradores do Povinho.

Estas obras que estão sendo realizadas desde a última sexta-feira, foram muito bem recebidas pelos moradores do Bairro Povinho.

“Essa reforma é muito boa, muito boa mesmo. Esta ponte trazia enchentes, enchia tudo de água, só não entrou em casa, só no pátio. Por mais que demore, ela (a reforma) é boa.” Disse Neiva Sampaio, 72 anos, moradora do Bairro.

A senhora de idade, moradora há mais de 35 anos do Bairro Povinho, também falou sobre os possíveis transtornos das rotas de ônibus na Rua José Ferrão. Segundo a idosa, a arrumação é necessária, pois se não, a rua nunca será arrumada.

“Arrumação agora é claro que sim, porque todo mundo que trabalha precisa dos ônibus aqui na rua e não tem outra. Precisamos ter um pouco de sacrifício, porque não tivermos este sacrifício, a rua nunca vai ser arrumada.” Falou a idosa.

As obras, devem transcorrer normalmente durante os dias de semana. A Defesa Civil disponibilizou cerca de dois milhões de reais, para que a prefeitura de Sant’Ana do Livramento possa fazer estas reformas, não só no bairro Povinho, este considerado pela Secretaria como de situação emergencial, como também em outros locais.

Segundo o secretário de obras da cidade Ricardo Dutra, compreende o transtorno da população com relação às rotas de ônibus, mas ressalta que transtornos sempre existirão e a Prefeitura e a Secretaria de Obras buscam resolver de maneira definitiva, o problema urbano da população.

“Não existe obra de intervenção urbana, que não cause transtorno a alguém, é bem assim. Ela não vai contentar todo mundo, e também não é isso que a gente busca, embora a gente queira. O nosso foco é resolver o problema da população definitivamente. Ela vai ter um transtorno por um período, mas o problema será resolvido. Hoje, por exemplo, nós estamos com essa rua trancada, muita gente não vai gostar, estamos tapando os buracos da rua, vai ser meia hora que ficaremos aqui a mais, vai dar transtorno. A obra lá(Povinho) é dois meses, a ponte está interditada lá na metade da BR, deve levar um ano para se ter uma solução e se eles forem fazer uma obra definitiva, vai demorar mais. O que deveria ter sido feito antes é que houvesse uma vistoria nestes dispositivos para que não possa vir a ruina.” Disse Ricardo Dutra.

As obras deverão ser concluídas em até dois meses na Avenida José Ferrão, prazo este que deverá ser o mesmo para os outros locais que estarão em reforma, como na Rua Egídio Michaelsen, também na Rua Irmão Linde Azevedo, no bairro Prado e na Rua 13 de Maio, que deve ser iniciada no próximo mês.

Confira como ficaram as rotas de ônibus com a reforma da ponte do Povinho:

LINHA POVINHO (BAIRRO – CENTRO)
Os ônibus seguirão trajeto normal até a Rua Manoel Fervenza, indo até a Rua  José Ferrão, fazendo a manobra e retornando até a Av. Francisco Reverbel entrando na Rua José Ferrão até o trevo de acesso ao Porto Seco onde fará o retorno e retomará o trajeto da linha até o centro.

LINHA POVINHO (CENTRO – BAIRRO)
Os ônibus seguirão o trajeto normal pelo Porto Seco até o trevo de acesso (Povinho), seguindo pelo Porto Seco até trevo de acesso (posto Espigão) seguindo pela Rua Barão do Ibirapuitã, retornando a Av. Francisco Reverbel em direção ao bairro entrando na Rua Manoel Fervenza, indo até a Rua Rafael Cabeda Peres fazendo a manobra e retornando ate a Av. Francisco Reverbel no sentido bairro.

LINHA SÃO PAULO (BAIRRO – CENTRO)
Os ônibus seguirão trajeto normal até a Rua Manoel Fervenza, indo até a Rua José Ferrão, fazendo a manobra e retornando ate a Av. Francisco Reverbel entrando na Rua José Ferrão até a Rua Concesso Cassales e retomará o trajeto da linha até o centro.

LINHA SÃO PAULO (CENTRO – BAIRRO)
Os ônibus seguirão o trajeto normal pelo Porto Seco até o trevo de acesso (Povinho), seguindo pelo Porto Seco até trevo de acesso (posto Espigão) entrando pela Rua Barão do Ibirapuitã, retornando a Av. Francisco Reverbel em direção ao bairro entrando na Rua Manoel Fervenza, indo até a Rua Rafael Cabeda Peres fazendo a manobra e retornando ate a Av. Francisco Reverbel no sentido bairro.

ALERTA: Em virtude da mudança da rota dos ônibus, as linhas poderão atrasar até 15 min. A obra de construção da ponte terá duração de aproximadamente de 60 dias.

Neiva Sampaio, 72 anos, moradora do Bairro. / FOTO ELIS REGINA
Rotas de ônibus foram alteradas
Obras podem durar até o final do mês
Recursos da Defesa Civil são usados para reforma da ponte
Secretário de obras, Ricardo Dutra

Grupo Aplateia

Adicionar Comentário