Livramento já tem a primeira suspeita de Chikungunya

Sant’Ana do Livramento já tem a primeira suspeita de Chikungunya. A doença parecida com a dengue, tem a sua transmissão pela picada do mosquito Aedes aegypti infectado. Desde a semana passada o alerta da vigilância em saúde já havia sido realizado, a cidade está infestada pelo pernilongo. “É importante que cada um cuide do seu espaço, pois é difícil controlar uma cidade inteira com os agentes, pois são 43 mil imóveis”, disse Carmem Motta, coordenadora da Vigilância em Saúde.

A confirmação desse possível caso vem nos próximos dias, quando o laboratório do Governo do Estado divulgará o resultado das amostras enviadas. “Ontem foi feito um teste rápido, que deu negativo, mas a confirmação vem do laboratório nos próximos dias”, destacou Carmem.

Até que o caso seja confirmado, ou não, fica o alerta. É necessário que, além de fazer a limpeza dos pátios, a população fique atenta aos sintomas da Chikungunya que são: febre, mal-estar, dores pelo corpo, dor de cabeça, apatia e cansaço. A grande diferença da febre chikungunya está no seu acometimento das articulações: o vírus avança nas juntas dos pacientes e causa inflamações com fortes dores acompanhadas de inchaço, vermelhidão e calor local. Então, se você sentir esses sintomas deve procurar um médico.

Agora à tarde continuou o trabalho dos agentes da Vigilância. Em uma ação de isolamento dos focos do mosquito no local onde, possivelmente, se for confirmado o caso, houve a contaminação de uma pessoa, no bairro Industrial.

Os agentes fizeram uma pulverização no local, conforme as atitudes de contenção previstas no protocolo da vigilância em saúde brasileira. O trabalho ficou no quadrante que compreende as ruas Valdomiro Bassedas, Ademar Santos, Getúlio Vargas e Miguel Copatti.

A expectativa, de acordo com a coordenação dos trabalhos é que, se o caso for confirmado, o local onde possivelmente estão os mosquitos infectados, os pernilongos sejam exterminados. Porém continua o alerta até que seja divulgado o resultado do laboratório de que todos limpem os seus pátios e não deixem água parada.

Grupo Aplateia