Prefeito garante que recuperação de obras atingidas por enxurradas irão iniciar na próxima semana

Empresa responsável por recuperação iniciará os trabalhos pela galeria da Marques Pavão

Nesta semana a campanha gaúcha e região da fronteira oeste registraram volumes históricos de chuva, cidades como Alegrete, Rosário do Sul, São Gabriel, Quaraí, Bagé e Uruguaiana tiveram transbordamentos de rios e córregos onde diversas famílias que tiveram que sair de sua casa.
Em Santana do Livramento a situação foi um pouco melhor, por conta do município não possuir nenhum rio próximo a área urbana. Mesmo assim diversos problemas foram registrados principalmente em locais que anteriormente já tinham sofrido algum dano por conta das enxurradas, como é o caso da galeria da Marque Pavão. No início desta semana, mais uma vez os moradores tiveram suas casas invadidas pelas águas. Cansados de esperar um grupo de moradores se reuniu e foi até a prefeitura para cobrar uma solução. Durante a reunião com os moradores o prefeito Ico Charopen se comprometeu que irá assinar naquele mesmo dia um convivendo para dar início na recuperação do trecho, e assim foi feito.
No dia 7 de Janeiro foi assinado um contrato com uma empresa especializada para execução dos serviços de engenharia, drenagem e restabelecimento das ruas José Ferrão, Marques Pavão, Moacir da Rosa Martins e Estrada Rural na Região do Itaquatiá.
Na Rua José Ferrão será realizado o restabelecimento do trânsito e da drenagem na ponte que custará R$141.932,00. Na Rua Marques Pavão será realizado também o restabelecimento no trânsito e drenagem da galeria, por R$39.146,00. Na ponte do Itaquatiá será feito o restabelecimento da cabeceira, por R$63.520,00. E na Rua Moacir da Rosa Martins, será feito restabelecimento do trânsito e drenagem por R$21.664,00. O preço total estimado para essas obras é de R$266.262,80.
Em entrevista na Rádio Rcc FM na manhã de sexta-feira (11) Ico garantiu que a empresa responsável pela recuperação desses trechos estará chegando no município na próxima semana.” Recuperação deverá iniciar ali pela Marques Pavão no Beco da Belizária. Porque tem um problema técnico bastante grave. Esse primeiro recurso enviado pela defesa civil é para ação imediata onde se faz uma dispensa de licitação, depois se faz uma definitiva. Esse primeiro recurso irá contemplar 4 obras” disse ele.
Questionando sobre as pontes do bairro São Paulo nas ruas Valdomiro Bassedas e Presidente Vargas , Ico disse que para aquelas obras o recurso da Defesa Civil ainda não foi liberado.
Moradores reclamam de alagamentos constantes
A moradora Silva Simas Paz teve a casa invadida pela enxurrada e disse não aguentar mais a situação. Do ano passado para cá ela já perdeu vários móveis por conta dos alagamentos. Queremos uma solução. Desta vez não encheu tanto, mas da outra isso aqui ficou que era uma rio a gente não enxergava a rua. Hoje a gente precisou quebrar parte da galeria para a água ir embora, porque a sanga que passa ali embaixo não estava cheia. O problema todo é aquele buraco lá no lado do posto pois a água vem toda para cá. Encheu muito rápido, a minha mãe que tem 80 anos tivemos que tirar ela de dentro de casa pois estava bastante assustada. Então cada vez que vem essa chuva ela fica apavorada. Imagina se chega a vir de noite e pega todo mundo dormindo? “Desabafou a moradora que precisou colocar os móveis para cima dentro de casa. Na residência a marcar da água quase alcançou as tomadas, fato que poderia ter agravado ainda mais a situação.

Galeria da Marquês Pavão será a primeira a receber os reparos emergênciais (Foto:Marcelo Pinto/AP)

Grupo Aplateia

Adicionar Comentário

Anúncios