Livramento cresce 80% em focos do Aedes Aegypti

O número é uma comparação com 2016

Com as altas temperaturas da estação mais quente do ano, o trabalho de prevenção contra o mosquito que transmite a Dengue, Chikungunya e o Zika Vírus é intensificado. A preocupação com o Aedes Aegypti só aumenta entre os santanenses.

De 2016 para cá, os focos já cresceram mais de 80%, hoje são 589, e conciliados com o caso de dengue confirmado no ano passado em Livramento, deixa a vigilância de saúde em alerta.

Para o coordenador da Vigilância em Saúde, a prevenção da população, é o ponto principal no processo de extermínio do mosquito. “É importantes que as pessoas colaborem retirando o lixo dos pátios. Se os santanenses separarem 10 minutos por semana para organizarem os pátios, teremos bons resultados”, afirmou o Leonardo Chuy.

 

Grupo Aplateia